terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Delicosa Comemoração

A comemoração de 1 ano de coleira de ([{mila}])MAGNO não poderia ter sido mais perfeita.
Preparei uma Cerimônia Litúrgica baseada no casamento judaico a qual publicarei na íntegra logo após falar brevemente sobre as emoções que senti em participar pela primeira vez de um serve GOREANO que antecedeu a cerimônia. Para quem não conhece vai aqui a dica do blog da [suave]_HORUS que o descreve ricamente: SuavidadeSM.

Para quem gosta de Liturgia e de D/s como eu foi uma experiência enriquecedora em todos os sentidos.
Tive a oportunidade de ser servido pela minha escrava, que estava belíssima, e ainda presenciar o pranto de felicidade de uma escrava em poder servir seu Dono e estar aos pés dEle, a euforia de outra que parecia que sua alegria interior ia explodir pra fora do peito enquanto outras, mais contidas como a mila, demonstravam tais sentimentos nas mãos tremulas, no brilho do olhar e na expressão de plenitude em seus semblantes.
Agradeço a Máster Christian Sword of GOR e a todos os presentes a oportunidade e acolhida. Aproveito para agradecer ao Sr Horus e a Rapunzel pelas fotos.


Vamos à Cerimônia:

1 – O véu da escrava:
Sir Magno vai até onde mila o aguarda em posiçao de Nadu e cobre-lhe a cabeça com um véu. O véu simboliza recato e submissão da mesma. Outro motivo é para indicar que Ele não está interessado apenas na beleza física da escrava, mas sim em suas qualidades.

2 – A troca de Poderes:
Sir Magno dá a mila uma rosa branca, simbolizando que apesar da beleza e prazeres nessa nova caminhada também haverá espinhos. E uma vela vermelha (cor predominante da Casa de Sir Magno), simbolizando que ela também será responsável por manter acesa a chama da Ds e zelar pela Casa dEle.
A mila dá a Sir Magno uma guia nova, representando que dEle é a condução da vontade dela.

3 - O contrato e registro:
É lido o contrato e assinado pelo Dono e escrava e por duas testemunhas.(ato simbólico, pois apenas será feito o registro em Alkania).

4 – As 7 voltas:
Sir Magno se coloca no centro do Chuppah (geralmente uma cobertura decorada de flores ou tenda, que na falta foi representada por 4 velas simbolizando os 4 elementos e os 4 pilares que sustentam a Casa de Sir Magno) onde Mestre Christian já encontrava para presidir a cerimônia.
Sir Magno dá o sinal para mila. Ela vem com uma bandeja contendo os presentes recebidos, uma taça vazia e outra cheia de vinho, um pano branco e os anéis. Ao chegar coloca-a de lado. Reverencia o Dono e a Mestre Christian. Em seguida faz o “Rito das Sete Voltas”.  As voltas são alusivas aos sete dias da semana, demonstrando que a escrava se dedicará para Sir Magno todos os dias e noites de todas as semanas. Também simboliza que Ele é o centro de sua existência.
Encerradas as sete voltas ela coloca a bandeja a nossa frente e se posiciona a esquerda dEle na posição de Nadu. Isso simboliza que ela estará sempre no coração dEle e que Ele a conduzirá e protegerá com sua mão forte. Outro significado é que a mão direita representa bondade e a esquerda, firmeza. Direita e esquerda simbolizam o relacionamento entre o casal que deve ser contrabalançam com amor e firmeza - saber dar e não procurar só receber.

5 – Os Anéis:
A entrega da aliança e sua aceitação constituem o vínculo que fica estabelecido.
A aliança simboliza o elo numa corrente e também um círculo sem fim representando o ciclo da vida.

O ato de dar a aliança simboliza a transferência de poder e autoridade. Assim Sir Magno simbolicamente transfere a mila a responsabilidade de zelar por sua Casa e tudo que se encontra nela.
A aliança também simboliza a proteção que Sir Magno dá a sua escrava; assim como a aliança envolve o dedo, também sua aura de proteção envolve a escrava.

Antes de colocar a aliança, Sir Magno recita a seguinte frase:
- Com esta aliança, tu és consagrada a mim.

O ato de dar a aliança simboliza a transferência de poder e autoridade. Assim mila simbolicamente transfere a Sir Magno a posse sobre ela e sua vontade.
A aliança também simboliza a entrega que mila dá a Sir Magno; assim como a aliança envolve o dedo, também sua aura de dedicação envolve ao Dono.

Antes de colocar a aliança, mila recita a seguinte frase:
- Com esta aliança, me consagro a ti Senhor.

A aliança simboliza a confiança e lealdade que envolve o casal.
Ao trocarem alianças fica estabelecida uma nova relação na casa de Sir Magno.
É da máxima importância que ambos renovem sua devoção a Ds; uma devoção acima de todos os limites, superior à sua inteligência e aos seus sentimentos limitados. Este tipo de devoção é simbolizado por um círculo, que não tem início nem fim, representando uma dimensão que está além dos limites; que é total. O circundar da escrava em torno do Dono representa o seu investimento na Ds por um compromisso absoluto à construção de uma casa. A aliança que o Dono oferece à ela representa o seu investimento de uma devoção ilimitada e essencial a Ds.

Mila se coloca na posição de encoleiramento e Sir Magno coloca a guia nela. Ela beija-lhe a mão.

6 – A quebra da taça:   
A escrava embrulha uma taça virgem num pano branco e a oferece ao Dono para quebrá-la.
O ato de quebrar taça representa a que a escrava, assim como o vidro, pode ser reconstituída e remodelada.

7 – A saída do casal: 
Mila entrega a taça de vinho ao Sir e ele a levanta pela guia e eles bebem da taça, se beijam e Ele a apresenta ao meio SM ela já no seu novo grau.

Abaixo um vídeo montagem com algumas fotos e a música que usei no ato:



Cerimonia_1Ano
Enviado por sirmagno. - Encontre mais vídeos picantes sexy.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

A verdadeira Ds

Fui fazer um comentário numa postagem da minha cadela e me empolgguei. Ficou tão exagerado que acabou virando postagem...rs
Ei-la aqui.
O que é uma Ds pra mim? Como a própria sigla já diz há 2 lados, 2 seres, 2 corações e 2 mentes.
Tem que ser algo que traga prazer a ambos (mesmo que dentro desse prazer incluam-se as torturas, dores e etc) além da plenitude e crescimento de ambos como pessoas. Não será uma verdadeira relação se ficarmos presos apenas as seções e aos jogos SM. Tem que haver apoio, estudar-se quem nos serve (D) e a quem se serve (s), conhecer-lhe o tom de vóz, o olhar, o semblante e cada sinal emitido. Se não for pra ser desta forma melhor ter uma relação sem vínculos e sem coleiras e ficar apenas nas seções frees.
Cabe a AMBAS AS PARTES zelar pela INTEGRIDADE TOTAL do parceiro, em especial no que se diz respeito a auto-estima e amor próprio.
Quando a submissa está Dominada, cativada e lhe foi conquistada a admiração, e ela sente que o Dominador se importa com seu bem estar e crescimento, Ele não precisa de Dominação Psicológica e nem de formulas mirabolantes para mante-la cativa. Ela mesma se solta no ar SEM MEDOS E RESERVAS (INCONDICIONALMENTE) e deixa que Ele a mantenha flutuando com a brisa de seu Domínio.

terça-feira, 24 de agosto de 2010

VEM MINHA MENINA VADIA


Vem sem mentir pra você

Vem perder-se em meus braços

Eu quero te contar

Das chuvas que apanhei

Das noites que varei

No escuro a ti buscar

Eu quero te mostrar

As marcas que ganhei

Nas lutas contra o tempo

Nas discussões com Deus

E agora q cheguei

Eu quero a recompensa

Eu quero a prenda imensa

Dos carinhos teus.

(texto extraído da música Sem Fantasias de Chico Buarque de Holanda)

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Servindo ao Dono à distancia

Tenho por costume não me envolver na vida baunilha da escrava e nem de permitir que ela conheça muito da minha. Porém meus diálogos com {mila} vão além Dominar, dar ordens e tarefas, relatórios, cobranças e elogios. Já é natural no fim da tarde ela me perguntar ao fone:
- Como foi seu dia Dono.
E eu responder:
- Nossa cadela. Você acredita que o FDP do turco fez tal coisa?
Ou então:
- O Coreano me ligou e marcou reunião pra amanhã...
É claro que ela também tem seus dias de felicidade ou de neuroses profissionais ou pessoais. E nesses dias estou pronto a comemorar suas vitórias ou dar-lhe suporte nos momentos difíceis.
Ela se auto-intitula meu patuá. Fica emanando boas energias e torcendo fervorosamente para que tudo dê certo pra mim, até quando meu time de futebol joga ela fica lá fazendo figa (uma pena que o Palmeiras não sabe ainda aproveitar-se disso....grrrrr), e tem me trazido bons resultados.
Um fato interessante aconteceu essa semana e exemplifica bem.
Na segunda feira comentei com ela que teria a tão esperada reunião com os coreanos para apresentação de um projeto. Falei que iria com o terno azul, porque os outros eles já conheciam de outras ocasiões, e eu não queria que pensassem que eu só tinha aqueles 3.
- Cadela, amanhã vou lá comprar uma gravata azul porque aquela lá eu usei na ultima reunião com o terno preto e vai parecer que é a mesma roupa. Os caras vão pensar que é uniforme. Falei no celular em tom sarcástico.
- Ai Dono. O Senhor vai naquela loja ao lado café, não é? Quem vontade de estar com o Dono, servir seu café e ir junto comprar. O Senhor sabe o quanto gosto de estar ao seu lado e de acompanhá-lo nas compras. Falou ela com voz dengosa de cadela pidona.
- Numa outra oportunidade cadela. É até bom eu ir sozinho desta vez, senão daqui a pouco não vou mais saber nada sem a cadela. Respondi gargalhando já cortando a insinuação dela de aproveitar a desculpa para me encontrar. Não creio que haja necessidade de ser rude para se colocar a escrava em seu lugar, talvez lá no começo da Ds quando estão se conhecendo, mas depois, o Dominante imediatamente identifica as tentativas dissimuladas de manipulação e a escrava percebe o desagrado até mesmo num sorriso do Dono.
Não é que não precisei ir a tal loja! No dia seguinte minha filha chegou com 2 gravatas francesas de seda, sendo uma azul que combinava perfeitamente com o terno e com a camisa que eu pretendia usar (não sei se eu teria encontrado uma tão perfeita na loja), e outra em tons terra que casava exatamente com outro conjunto.
Coincidência ou resultado da força de pensamento da {mila}, mais uma vez algo que desejo cai no meu colo.
Bem a coisa não para por aí. Os fatos principais que me levaram a escrever esta postagem vêm a seguir.

À noite fui checar se estava tudo pronto para o dia seguinte, principalmente a camisa e a calça, porque nada igual à empregada pra te fazer passar vergonha com vinco duplo e colarinho torto. Para minha surpresa tudo parecia impecável, até que percebi uma horrenda mancha no paletó (muito provavelmente de café). Pra ajudar eu estava sozinho em casa e sem carro, logo nem numa lavanderia 24 horas eu conseguiria ir (caso eu soubesse onde tem uma....rs).
Peguei o celular e fui cobrar a cadela que ela não havia mentalizado direito. Já fui logo falando:
- Cadela fodeu!
- Acalme-se Dono. O que foi que aconteceu? Respondeu ela assustada imaginando uma catástrofe.
- Tem uma mancha enorme no meu terno. Dramatizei eu.
Ela não conseguiu conter a gargalhada.
- E você ri puta!
- Desculpe Dono, mas foi hilário. Não há motivos para pânico basta, fazer assim....
E eu, um homem de mais de 40 anos que mal sabe colocar sabão na máquina de lavar roupas, depois de uma detalhada explicação da cadela, aprendi a fazer lavagem a seco.
Em certo momento em que eu ouvia atento aquela orientação meiga lembrei-me de minha mãe (afinal certos ensinamentos, zelos, cuidados e meiguices são próprios dela), mas isso não significa que eu tenha feito qualquer tipo de transferência ou um complexo de Édipo, pelo contrário exemplifica como uma escrava pode ir muito além.
Parabéns cadela por ir cada dia mais além.

PS (1): O terno ficou novinho...rs
PS (2): Acho que estou ficando cada dia ainda mais mimado.....kkkk

sábado, 3 de julho de 2010

Video Zoofilia 14

Video Zoofilia 13

Video Zoofilia 12

Video Zoofilia 11

Video Zoofilia 10

Video Zoofilia 9

Video Zoofilia 8

Video Zoofilia 7

Video Zoofilia 6

Video Zoofilia 5

Video Zoofilia 4

Video Zoofilia 3


Video Zoofilia 2

Video Zoofilia 1

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Video de Pissing 10

Video de Pissing 9

Video de Pissing 8

Video de pissing 7

Video de Pissing 6

Video de Pissing 5

Video de Pissing 4

Video de Pissing 3

Video de Pissing 2

Vídeo de Pissing 1

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Falas do Ritual de Colação de Grau de [{mila}]MAGNO

Colocação dos motivos pelos quais [{mila}]MAGNO recebe a Colção de Grau:

- Por sua entrega e dedicação a Mim, ao Meu Reino e Minhas Fantasias. Neste momento você recebe o Grau de Adeptus Gradus. Este Grau significa a Guardiã do limiar da Entrada e Preparadora do Caminho para as Neophit.
Terás a responsabilidade de repassar minhas ordens e dar suporte a elas.

Juramento de [{mila}] na cerimonia de colação:

-Amo e Senhor de mim, renovo meus votos de submissão a ti
Entregando-me sem nenhuma restrição e a todos seus desejos
Lhe servindo com minha mente, meu coração, minha alma.
Pelos 4 elementos que sustentam teu reino
Que eu tenha hoje e a cada dia
O Resplendor do teu fogo que me domina
A Presteza do teu vento que dá o ar que respiro
A profundidade de tuas águas me renova
A estabilidade da tua terra que me faz plena em minha submissão.

domingo, 23 de maio de 2010

Comemoração da Colação de grau da [{mila}]MAGNO

Uma breve mostra da comemoração após os Ritual. Novamente salvos pelo laptop...rs


video

Ritual de Colação de Grau de [{mila}]MAGNO

Apesar de todo cuidado e dedicação que temos no preparo de um ritual sempre descobrimos que alguma coisa faltou. No caso do Ritual de Colação de grau (graduação de coleira) de mila, faltou uma pequeno detalhe.... A FOTOGRAFA que iria filmar e fotografar.
Fomos salvos pelo laptop. Não é a mesma coisa mas deu pra registrar, espero que gostem....


video

domingo, 25 de abril de 2010

Um pouco de mim

São inúmeros os momentos que se pode viver dentro de uma mesma seção, e em sua maioria dependem de meu estado de espírito naquele dia.
Exceto quando há alguma punição a ser aplicada para correção da submissa minhas seções são mais fluidas. É claro que sempre preparo tudo antes, mas não é meu estilo ter um script pré-concebido para nenhuma seção. Já aconteceu de ter programado uma coisa totalmente litúrgica, ordenando inclusive roupas específicas e os únicos atos litúrgicos naquele dia foram a Reverencia, Encoleiramento e Inspeção.
Há dias em que o lado sádico está mais aflorado e nesses a seção envereda pelas torturas físicas e mentais.
Em outros que estou mais litúrgico e especialmente para esses a submissa deve conhecer bem os comandos e posições, os rituais e esteja preparada para alguma que eu resolva introduzir.
Também sou um homem romântico que gosta de coisas bonitas e momentos marcantes, nesses dias a seção acaba sendo mais curta porque prefiro caminhar de mãos dadas (depende do local e momento levando a submissa pela guia) por lugares que gosto, conversar, mostrar um pouco mais de quem sou e saber mais dos gostos e opiniões dela.

Sexo e gozos também são fundamentais. Não me lembro de ter tido um seção sem eles até hoje. Além de me ser prazeroso sentir a submissa gozar, penso que é fundamental criar nela a ligação a ligação entre o essa modalidade de prazer e todas as outras pertinentes a D/s.
Uma seção que foi marcante e muito gostosa foi uma em que depois da abertura com liturgia básica, práticas de spank e um sexo delicioso, relaxei minha cabeça no colo da sub e ela ficou fazendo massagem no meu rosto. Foi quando começou a tocar uma musica do The Queen (Bohemian Rhapsody) que adoro, fechei os olhos e me soltei, aquela massagem e a música me relaxaram ao ponto de me desligar de tudo e viajar nem sei pra onde (devo ter entrando em alfa), só sei que quando voltei a mim estava cantando (desafinado com certeza, porque elogio de sub não se deve levar em consideração...rs) e o corpo parecia flutuar. No final algo que em geral não tem nada a ver com SM acabou culminado e sendo tão ou mais marcante do que todos os atos da seção.




segunda-feira, 29 de março de 2010

Video Spank 10

Video Spank 9

Video Spank 8

Video Spank 7

Video Spank 6

Video Spank 4

Video Spank 3

Video Spank 2

Video Spank 5

Video Spank 1

Meu Castelo

Esta parte do filme "De olhos bem fechados" tem tudo a ver comigo....
A liturgia é MAGNifica....
Preste atenção que há 12 escravas no círculo, representando as 12 casas zoodiacais....
Assim será meu castelo um dia, não que seja minha meta ter 12 escravas, mas sim, receber os amigos(as) SM dentro de um contexto ritualistico assim. Perfeito mesmo seria ter uma confraria assim....

video

sexta-feira, 5 de março de 2010

Video Adaga

video

Video Velas 3

video

Video Velas 2

video

Video de Velas 1

video

Video de Bondage 10

Video de Bondage 9

Video de Bondage 8

Video de Bondage 7

Video de Bondage 6

Video de Bondage 5

Video de Bondage 4

Video de Bondage 3

Video de Bondage 2

Video de Bondage 1

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Poesia

O mago domina os elementos em todas as suas dimensões. Para isso ele os estuda profundamente conhecendo-lhes todos os segredos.
O verdadeiro Dominador domina a submissa em todos os seus sentidos. Para isso ele a estuda profundamente conhecendo-lhe todos os mistérios.

SIR MAGNO